Início / Confúcio / Analectos de Confúcio

Analectos de Confúcio

Os Analectos (em chinês: 論語 ou 论语; pinyin: Lún Yǔ), de Confúcio,também conhecidos como Diálogos de Confúcio, constituem o livro doutrinal mais importante do confucionismo e é constituído por uma seleção de textos atribuídos a este pensador chinês e aos seus discípulos.[1]

“Não te preocupes se não tens uma posição; preocupa-te caso não mereças uma posição. Não te preocupes se não fores famoso; preocupa-te caso não mereças ser famoso.”
– 子 曰 : 「 不 患 無 位 , 患 所 以 立 ; 不 患 莫 己 知 , 求 為 可 知 也 。 」
– Confúcio, Analectos, 4.14

“Quando vires um homem de valor, procura equipar-te a ele. Quando vires um homem sem valor, examina a ti mesmo.”
– 子 曰 : 「 見 賢 思 齊 焉 ; 見 不 賢 而 內 自 省 也 。 」
– Confúcio, Analectos, 4.17

“Houve um tempo em que eu ouvia o que as pessoas diziam e acreditava que elas iriam agir em conformidade, mas agora ouço o que dizem e observo o que fazem.”

– 宰 予 晝 寢 。 子 曰 : 「 朽 木 不 可 雕 也 , 糞 土 之 牆 不 可 朽 也 。 於 予 與 何 誅 ? 」
子 曰 : 「 始 吾 於 人 也 , 聽 其 言 而 信 其 行 ; 今 吾 於 人 也 , 聽 其 言 而 觀 其 行 。 於 予 與 改 是 。 」

– Confúcio, Analectos, 5.10

“Podes explicar coisas superiores a pessoas médias; não podes explicar coisas superiores a pessoas inferiores.”
– 子 曰 : 「 中 人 以 上 , 可 以 語 上 也 ; 中 人 以 下 , 不 可 以 語 上 也 。 」
– Confúcio, Analectos, 6.21

“Quanto ao homem bom: o que deseja alcançar para si ele ajuda os outros a alcançar; o que deseja obter para si ele possibilita que os outros obtenham – a habilidade de simplesmente tomar as próprias aspirações como guia é a receita da bondade.”
– 子 貢 曰 : 「 如 有 博 施 於 民 而 能 濟 眾 , 何 如 ? 可 謂 仁 乎 ? 」
子 曰 : 「 何 事 於 仁 ! 必 也 聖 乎 ! 堯 舜 其 猶 病 諸 ! 夫 仁 者 , 己 欲 立 而 立 人 , 己 欲 達 而 達 人 。 能 近 取 譬 , 可 謂 仁 之 方 也 已 。 」

– Confúcio, Analectos, 6.30

“Coloca-me na companhia de duas pessoas escolhidas ao acaso – elas invariavelmente terão algo para me ensinar. Poderei tomar suas qualidades por modelos e seus defeitos como alerta.”
– 子 曰 : 「 飽 食 終 日 , 無 所 用 心 , 難 矣 哉 ! 不 有 博 弈 者 乎 ? 為 之 猶 賢 乎 已 ! 」
– Confúcio, Analectos, 7.22

“Como poderiam palavras admonitórias deixar de obter nossa aquiescência? O principal deveria ser, porém, a retificação de nossa conduta. Como poderiam palavras elogiosas deixar de nos agradar? O principal deveria ser, porém, a compreensão de sua intenção. Algumas pessoas demonstram agrado mas nenhuma compreensão, ou elas aquiescem sem retificar seus hábitos – realmente não sei o que fazer com elas.”
– 子 曰 : 「 法 語 之 言 , 能 無 從 乎 ? 改 之 為 貴 ! 巽 與 之 言 , 能 無 說 乎 ? 繹 之 為 貴 ! 說 而 不 繹 , 從 而 不 改 , 吾 末 如 之 何 也 已 矣 ! 」
– Confúcio, Analectos, 9.24

“Aquilo que não desejas para ti mesmo não faça aos outros.”
Variante: “Não faça aos outros o que você não quer que seja feito a você.”
Variante: “Não faças a outros o que não queres que te façam.”
– 子 貢 問 曰 : 「 有 一 言 而 可 以 終 身 行 之 者 乎 ? 」 子 曰 : 「 其 恕 乎 ! 己 所 不 欲 , 勿 施 於 人 。 」
– Confúcio, Analectos, 12.2 e 15.24

“Uma promessa precipitada é difícil de manter.”
– 子 曰 : 「 其 言 之 不 怍 , 則 為 之 也 難 ! 」
– Confúcio, Analectos, 14.20

“Ao tratares com um homem capaz de compreender teus ensinamentos, se não o instruíres, estarás desperdiçando o homem. Ao tratares com um homem incapaz de compreender teus ensinamentos, se o instruíres, estarás desperdiçando teu ensinamento. Um professor sábio não desperdiça nenhum homem e não desperdiça nenhum ensinamento.”
– 子 曰 : 「 可 與 言 , 而 不 與 之 言 , 失 人 ; 不 可 與 言 , 而 與 之 言 , 失 言 。 知 者 不 失 人 , 亦 不 失 言 。 」
– Confúcio, Analectos, 15.8

“Exige muito de ti mesmo e pouco dos outros, evitarás descontentamentos.”
– 子 曰 : 「 躬 自 厚 , 而 薄 責 於 人 , 則 遠 怨 矣 ! 」
– Confúcio, Analectos, 15.15

“Um sábio exige de si mesmo; um homem vulgar exige dos outros.”
– 子 曰 : 「 君 子 求 諸 己 ; 小 人 求 諸 人 。 」
– Confúcio, Analectos, 15.21

“Um sábio não aprova uma pessoa por ela expressar uma determinada opinião, tampouco rejeita uma opinião por ser expressa por uma determinada pessoa.”
– 子 曰 : 「 君 子 不 以 言 舉 人 ; 不 以 人 廢 言 。 」
– Confúcio, Analectos, 15.23

“Quando todos antipatizam com um homem, devemos investigar. quando todos simpatizam com um homem, devemos investigar.”
– 子 曰 : 「 眾 惡 之 , 必 察 焉 ; 眾 好 之 , 必 察 焉 。 」
– Confúcio, Analectos, 15.28

“Na busca da virtude, não temas superar teu professor.”
– 子 曰 : 「 當 仁 , 不 讓 於 師 。 」
– Confúcio, Analectos, 15.36

“Ao prestar serviços a um sábio, devem-se evitar três erros. Falar antes de ser convidado ao fazê-lo – isso é precipitação. Não falar quando convidado a fazê-lo – isso é dissimulação. Falar sem observar a expressão do sábio – isso é cegueira.”
– 孔 子 曰 : 「 侍 於 君 子 有 三 愆 : 言 未 及 之 而 言 , 謂 之 『 躁 』 ; 言 及 之 而 不 言 , 謂 之 『 隱 』 ; 未 見 顏 色 而 言 , 謂 之 『 瞽 』 。 」
– Confúcio, Analectos, 16.6

“Só os mais sábios e os mais estúpidos nunca mudam.”
– 子 曰 : 「 唯 上 知 與 下 愚 , 不 移 。 」
– Confúcio, Analectos, 17.3

“Aqueles que fazem da virtude sua profissão são a ruína da virtude.”
– 子 曰 : 「 鄉 原 , 德 之 賊 也 ! 」
– Confúcio, Analectos, 17.13

.

Disponibilizado nos termos da licença CC BY-SA 3.0 da Creative Commons a partir de Wikipédia

Compartilhe esse conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *